MelhorEscola.net

        Curta essa escola

        MelhorEscola.net

              Curta essa escola

              Qual a melhor escola para o meu filho?

              Muita coisa mudou no processo educacional nos últimos anos. A mudança nos hábitos e relações sociais, as infinitas possibilidades de trabalho (nem dá mais para falar de carreira) e praticamente uma revolução na tecnologia exigiram uma adaptação importante das famílias e, consequentemente, das escolas.

               

              “Educação engloba os processos de ensinar e aprender. É um fenômeno observado em qualquer sociedade e nos grupos constitutivos dessas, responsável pela sua manutenção e perpetuação a partir da transposição, às gerações que se seguem, dos modos culturais de ser, estar e agir necessários à convivência e ao ajustamento de um membro no seu grupo ou sociedade.”- Fonte:Wikipedia.

              Novas metodologias se desenvolveram e às vezes é complicado entender quais as características de cada uma.

              Com o intuito de ajudar pais e mães a entender um pouco mais as diferentes linhas de educação, o MelhorEscola.Net aborda nesse artigo as metodologias de ensino mais conhecidas.

              Como dissemos no artigo 4 passos para escolher a melhor escola, o mais importante no processo de escolha é a metodologia e a escola estarem alinhadas com a visão de mundo da família e, claro, a criança aproveitar o que está sendo proporcionado a ela.

               

              Metodologia Tradicional:

              Dificilmente você vai encontrar uma escola que diga que seu método é o tradicional. Mas por metodologia tradicional consideramos as escolas que se preocupam mais com o conteúdo programático e com a preparação para o vestibular. O professor é o detentor de todo o conhecimento e sua função é transmitir isso aos alunos de maneira padronizada. A metodologia tradicional está presente na maioria das escolas. As famílias que optam por essa metodologia, em geral, consideram que o papel da escola é preparar os filhos tecnicamente para a vida. Habilidades socioemocionais seriam adquiridas na convivência familiar e em outras atividades.

               

              Educação Construtivista:

              O princípio da Educação Construtivista é que o aluno é tão detentor de conhecimento quanto o professor e, por isso, a função do professor é ensinar a partir das referências do aluno. Ou seja, o ensino e as avaliações são bem individualizados, pois cada um tem suas próprias referências e, portanto, vai aprender o conteúdo de uma maneira. As disciplinas e projetos são voltados para a reflexão e para a autoavaliação. O erro é visto como um processo necessário à aprendizagem. Pais que estão acostumados com o ensino tradicional podem estranhar, por exemplo, erros de português no início do processo de alfabetização.

              Para saber mais sobre o método acesse aqui.

               

              Pedagogia Waldorf:

              Se baseia na Antroposofia, que estuda o ser humano em três aspectos: o físico, a alma e o espírito. O objetivo da Pedagogia Waldorf é que os educandos sejam capazes de dar sentido e direção às suas vidas. O currículo está dividido em 3 ciclos de 7 anos (0-7, 7-14 e 14-21). Não há repetência e a prioridade é o desenvolvimento de habilidades e não o acúmulo de informações. Há grande enfoque em atividades corporais, artísticas e artesanais.

              Veja mais aqui.

               

              Linha Montessoriana:

              Os alunos são incentivados a desenvolver senso de responsabilidade pelo próprio aprendizado e adquirir autoconfiança. Trabalhos, jogos e atividades lúdicas têm o objetivo de aproximar os alunos da ciência, da arte e da música. As turmas são formadas por alunos de idades diferentes. Há turmas com alunos de 5 e 6 anos, 7 e 8 anos, 9 e 10 anos e o último estágio agrupa jovens de 11,12, 13 e 14 anos.

              Para maiores informações acesse artigo do Terra Educação.

               

              Educação Democrática e Educação por Projetos:

              A Educação Democrática coloca os jovens estudantes e as suas vozes como os atores centrais do processo educacional. Estudantes, professores e funcionários têm direitos de participação nas decisões coletivas. Os adultos e professores são facilitadores do processo educacional que acontece a partir do interesse do aluno. Os estudantes podem gerir o próprio tempo e são livres para decidir o que devem fazer. Dessa forma, a ideia é estimular a iniciativa dos estudantes e aumentar o aproveitamento do aprendizado, já que o aluno aprende por meio de atividades do seu interesse. Geralmente a aprendizagem acontece a partir de projetos, que podem ser individuais ou em grupo.

              Um escola referência em educação democrática é a Escola da Ponte em Portugal

               

              Homeschooling (ensino domiciliar) e Unschooling (desescolarização):

              Há pais que acreditam que as escolas podem ser mais prejudiciais que benéficas ao desenvolvimento de seus filhos. As críticas em relação às escolas são de padronizar o ensino, desconectar as crianças delas mesmas, passar a ideia errada de que a educação só existe na escola, bulling etc. Esses pais não colocam seus filhos na escola. 

              No Homeschooling, os filhos são educados em casa pelos próprios pais ou por professores que seguem um currículo ou grade de conteúdo.

              No Unschooling ou Desescolarização as próprias crianças, junto com seus tutores ou pais, escolhem o que (e como) estudar. O estudar, nesse caso, é quase um “experimentar”. Por meio de viagens, brincadeiras, eventos, a criança vai entendendo o mundo e descobrindo seus próprios interesses que são estimulados e aprofundados junto com o adulto que exerce a função de tutor. Em geral essa função é assumida por um dos pais, que precisa se dedicar a isso em tempo integral.

              Nos dois casos vale sempre ficar atento à importância das crianças continuarem a conviver com outras crianças. Para saber mais sobre essas modalidades, acesse artigo da Revista Crescer.

              ____________

              Existem diversas outras metodologias de ensino. Acima tentamos resumir brevemente algumas das metodologias e não metodologias (como a desescolarização).

              Mais importante que escolher uma Filosofia ou Metodologia de Ensino é ter consciência de que cada criança é única e que equilíbrio emocional e habilidades socioemocionais, (protagonismo, resiliência, flexibilidade, saber ouvir, independência e muitas outras) provavelmente serão mais exigidas na vida adulta que os conhecimentos teóricos.

              Importante também destacar que a educação não acontece exclusivamente na escola, mas durante toda a vida das crianças, dos jovens e dos adultos. Afinal, nunca paramos de aprender.

              Vale também observar que, assim como o mundo mudou radicalmente nos últimos anos existem grandes chances que a mudança seja contínua. E a verdade dura é que seu filho está sendo preparado para esse mundo que você não conhece. E agora? Qual a melhor escola para o seu filho?

              ____________

               

              Agora que você conhece um pouco mais sobre alguns modelos de educação, que tal acessar o MelhorEscola.Net, avaliar a sua escola (ou do seu filho) e nos contar o que acha da escola? Já temos mais de 7 mil avaliações e depoimentos e queremos construir um grande mapa da educação no Brasil =).

              Participe! Acesse www.melhorescola.net e avalie sua escola!

               

              MelhorEscola.net

              Estamos construindo um grande banco de dados com avaliações e depoimentos de pais e alunos sobre as escolas brasileiras. Participe! ;)

              O uso deste site implica na aceitação total do Termo de Uso. © Copyright 2015 - MelhorEscola.NET